Dinheiro compra pão, mas não compra gratidão... 
Entrar    Registo

Opinião do Banco


InfoBank.pt – Tudo sobre dinheiro e bancos em Portugal  >  Crescimento do Índice de Custo do Trabalho em Portugal

Crescimento do Índice de Custo do Trabalho em Portugal

Tamanho da letra:    Reduzir o tipo de letra  Restaurar o tamanho original  Aumentar o tipo de letra 
465

Como relatou de Instituta Nacional de Estatística o Índice de Custo do Trabalho (ICT) no 4º trimestre de 2023 evidenciou um crescimento robusto de 5,7% em comparação ao mesmo período do ano anterior.  Este aumento segue uma tendência de crescimento contínuo, superando o aumento de 5,1% observado no trimestre anterior.

Os custos salariais, calculados por hora efetivamente trabalhada, subiram 5,5%, enquanto os outros custos ligados ao trabalho aumentaram ainda mais, atingindo 6,8%. 
 
Este crescimento nos custos salariais e não salariais reflete um aumento abrangente nos custos laborais em todas as atividades econômicas, com destaque para a Construção, que apresentou a maior taxa de variação, com um impressionante 8,0%.
 


A análise detalhada por setor revela que, exceto pela Administração Pública, todas as áreas econômicas experimentaram um aumento nas horas efetivamente trabalhadas por trabalhador, contribuindo para o acréscimo geral do ICT. A Construção liderou com o maior aumento de horas trabalhadas (3,0%), enquanto os Serviços apresentaram o menor aumento (0,3%).

Comparando com o cenário europeu, dados divulgados pelo Eurostat para o 3º trimestre de 2023 mostram que a variação homóloga do ICT na União Europeia foi de 5,7%.

Portugal, juntamente com outros onze países, registrou um aumento abaixo da média da UE, posicionando-se entre as nações com incrementos menos acentuados nos custos laborais.

Este aumento no ICT ao longo de 2023, que totalizou 5,3%, é reflexo de um crescimento substancial nos custos salariais de 5,0% e nos outros custos de 6,4%. 

O custo médio por trabalhador viu um acréscimo de 7,1%, enquanto o número de horas efetivamente trabalhadas por trabalhador subiu 1,8%, evidenciando uma recuperação e adaptação progressiva do mercado de trabalho pós-pandemia.

O ICT é um indicador chave para entender a dinâmica de custos associados ao trabalho e suas implicações na competitividade econômica. Os dados de 2023, ajustados de dias úteis.


Fonte: https://infobank.pt


Deixar um comentário
Sem comentários