Dinheiro compra pão, mas não compra gratidão... 
Entrar    Registo

Opinião do Banco


InfoBank.pt – Tudo sobre dinheiro e bancos em Portugal  >  ABANCA já lançou Nova APP e Implementa tecnologia inovadora

ABANCA já lançou Nova APP e Implementa tecnologia inovadora

Tamanho da letra:    Reduzir o tipo de letra  Restaurar o tamanho original  Aumentar o tipo de letra 
318

No  junho de 2024, a ABANCA anunciou o lançamento de sua nova aplicação de mobile banking, apresentando um design renovado e funcionalidades avançadas. Entre as várias melhorias, destaca-se a introdução da tecnologia Chave ABANCA, um serviço inovador que visa reforçar a segurança das operações bancárias e proteger a informação confidencial dos seus clientes.

A nova aplicação da ABANCA apresenta um look & feel completamente novo, com uma interface mais intuitiva e menus reorganizados para facilitar a navegação. A experiência do utilizador foi significativamente melhorada, proporcionando uma comunicação mais direta e eficiente com o cliente. Além disso, foram adicionadas novas funcionalidades que tornam o gerenciamento das finanças pessoais mais simples e acessível.
 
Segurança Reforçada

Uma das principais inovações introduzidas pela nova app é a Chave ABANCA. Este serviço digital de verificação de identidade utiliza a tecnologia de chave de acesso, também conhecida como Passkey, para aumentar a segurança das transações remotas. A Chave ABANCA verifica a identidade do cliente de forma simples e segura, eliminando a necessidade de utilizar chaves pessoais para autenticar transações.

A Chave ABANCA utiliza a tecnologia das chaves de acesso, também conhecidas como Passkeys. Este sistema é baseado em chaves criptográficas que permitem confirmar a identidade do cliente e reforçar a sua segurança online. As Passkeys foram criadas pelo Consórcio World Wide Web (W3C) e pela FIDO Alliance, um conjunto de marcas globais de renome que, juntamente com as gigantes tecnológicas, têm impulsionado a padronização e a adoção de protocolos de autenticação mais robustos.
 

As Passkeys oferecem uma camada adicional de segurança ao eliminar a necessidade de senhas tradicionais, que são frequentemente vulneráveis a ataques de phishing e outras formas de roubo de identidade. Com este sistema, a autenticação é feita de forma local no dispositivo do cliente, utilizando métodos biométricos ou PIN, e as chaves criptográficas nunca são transmitidas para o banco, tornando as transações extremamente seguras.
 
Como Funciona a Chave ABANCA?

Após configurar a Chave ABANCA no seu dispositivo móvel, o cliente pode verificar a sua identidade através de métodos biométricos, como reconhecimento facial ou impressão digital, ou ainda pelo PIN do dispositivo. Este sistema elimina a necessidade de inserir senhas de utilização únicas, que são frequentemente alvo de ataques de phishing e outras técnicas fraudulentas.

A Chave ABANCA utiliza o método de desbloqueio do dispositivo do cliente para validar transferências de dinheiro, pagamentos e outras operações importantes. Este método de autenticação garante que apenas o cliente tem acesso às suas credenciais, já que a chave de acesso nunca é partilhada com o banco e permanece exclusivamente no dispositivo móvel.

Atualmente, a Chave ABANCA está disponível para todos os clientes de mobile banking do banco e será gradualmente estendida a todos os utilizadores da aplicação. Este serviço inovador está destinado a ser um marco na segurança do mobile banking, protegendo os clientes contra tentativas de falsificação de identidade e garantindo uma experiência bancária segura e eficiente.

A introdução da Chave ABANCA na nova aplicação de mobile banking é um passo significativo na proteção das informações e transações dos clientes, posicionando o banco na vanguarda da segurança digital.

A fraude digital tem vindo a crescer em Portugal, seguindo uma tendência global de aumento das atividades fraudulentas online. Em 2024, a fraude digital continua a ser uma preocupação significativa, com várias formas de fraude a emergir e a evoluir rapidamente.
Principais Tendências de Fraude Digital em 2024
 
Phishing Avançado: Uma das formas mais comuns de fraude digital em Portugal é o phishing, que tem evoluído para formas mais sofisticadas. Antes da implementação do PSD2, menos de 5% dos casos de fraude estavam relacionados com phishing. Hoje, este número aumentou para quase 40%, e espera-se que continue a crescer​ (Tietoevry)​.

Quishing (Phishing com Códigos QR): Esta técnica emergente utiliza códigos QR para redirecionar as vítimas para sites fraudulentos.  (Tietoevry)​.

Fraudes de Manipulação Social: Incluem esquemas como "safe account scams", onde os fraudadores se fazem passar por representantes bancários ou policiais para convencer as vítimas a transferir dinheiro para contas "seguras". Também há "recovery scams", onde falsos consultores de investimentos ajudam as vítimas a recuperar investimentos anteriores, muitas vezes levando-as a aplicações falsas​ 

Fraude de Transferências de Crédito: Em 2023, as transferências de crédito foram responsáveis pelo maior valor de fraude entre os instrumentos de pagamento, destacando a necessidade de medidas de segurança mais robustas nestas operações​ (PwC)​.


Fonte: https://infobank.pt


Deixar um comentário
Sem comentários