Dinheiro compra pão, mas não compra gratidão... 
Entrar    Registo

Opinião do Banco


InfoBank.pt – Tudo sobre dinheiro e bancos em Portugal  >  Contas correntes da zona Euro registram superávit de €25 Bilhões

Contas correntes da zona Euro registram superávit de €25 Bilhões

Tamanho da letra:    Reduzir o tipo de letra  Restaurar o tamanho original  Aumentar o tipo de letra 
751

A conta corrente da zona do euro registrou um superávit de €25 bilhões em novembro de 2023, uma diminuição de €7 bilhões em relação ao mês anterior, conforme os últimos dados divulgados pelo Banco Central Europeu. Este resultado reflete um equilíbrio entre os superávits em bens (€33 bilhões) e serviços (€21 bilhões) e os déficits em renda primária (€16 bilhões) e renda secundária (€13 bilhões).
 
Nos últimos 12 meses até novembro de 2023, a conta corrente alcançou um superávit de €231 bilhões, correspondendo a 1,6% do PIB da zona do euro. Este resultado contrasta significativamente com o déficit de €68 bilhões (0,5% do PIB) registrado no ano anterior.

A principal causa dessa mudança foi a transição de um déficit em bens de €82 bilhões para um superávit de €244 bilhões, acompanhada por uma redução no déficit de renda secundária, de €173 bilhões para €160 bilhões.
No âmbito do investimento direto, os residentes da zona do euro realizaram desinvestimentos líquidos de €341 bilhões em ativos fora da zona do euro nos 12 meses até novembro de 2023, após investimentos líquidos de €178 bilhões um ano antes. Por outro lado, os não residentes desinvestiram €435 bilhões em termos líquidos de ativos da zona do euro durante o mesmo período, um aumento em relação aos desinvestimentos líquidos de €141 bilhões do ano anterior.

No setor de investimento em carteira, os residentes da zona do euro realizaram compras líquidas de ações não pertencentes à zona do euro no valor de €60 bilhões, revertendo as vendas líquidas de €186 bilhões do ano anterior. Da mesma forma, houve compras líquidas de títulos de dívida não pertencentes à zona do euro no valor de €398 bilhões, contrastando com vendas líquidas de €49 bilhões um ano antes. Os não residentes diminuíram suas compras líquidas de ações da zona do euro para €106 bilhões, em comparação com €162 bilhões no ano anterior.

Em outras formas de investimento, os residentes da zona do euro registraram alienações líquidas de ativos não pertencentes à zona do euro no valor de €67 bilhões, após aquisições líquidas de €155 bilhões no ano anterior. Além disso, houve alienações líquidas de passivos no valor de €260 bilhões, após a assunção líquida de passivos de €178 bilhões no ano anterior.

A apresentação monetária do balanço de pagamentos mostra que os ativos externos líquidos dos IFM da zona do euro aumentaram €338 bilhões nos 12 meses até novembro de 2023. Este aumento foi impulsionado pelo superávit das contas corrente e de capital e pelos influxos líquidos de não IFM da zona do euro em outras formas de investimento, investimento em carteira de ações e outros fluxos.

Em novembro de 2023, o estoque de ativos de reserva do Eurosistema diminuiu para €1.145,5 bilhões, em comparação com €1.154,1 bilhões no mês anterior.

Esta variação foi influenciada por mudanças negativas na taxa de câmbio (€8,4 bilhões) e, em menor grau, por mudanças negativas nos preços (€1,8 bilhões), parcialmente compensadas por aquisições líquidas de ativos (€1,5 bilhões).

Сomo reportado Banco Central Europeu, o próximo relatório sobre o balanço de pagamentos mensal será divulgado em 20 de fevereiro de 2024, com dados de referência até dezembro de 2023. A próxima divulgação do balanço de pagamentos trimestral e da posição de investimento internacional ocorrerá em 9 de abril de 2024, com dados até o quarto trimestre de 2023.

Fonte: https://infobank.pt


Deixar um comentário
Sem comentários